Bio

T. Angel 
Osasco, São Paulo

Tem formação técnica em Estilismo e Coordenação de Moda pelo Senac (2002) e cursou durante um ano o superior em Moda (2005-06) pela FMU - Faculdades Metropolitanas Unidas, posteriormente estacionando o curso e migrando para a graduação em História. Durante o curso em História (bacharelado e licenciatura) pelo Centro Universitário FIEO, desenvolveu diversas pesquisas envolvendo a população LGBT. Em paralelo realizou a iniciação científica A modificação corporal no Brasil – 1980-1990, que em 2015, após campanha e financiamento coletivo, foi publicada como livro pela Editora CRV.

Integrou o staff do site argentino Piel Magazine (2008-11) como correspondente internacional e criou o FRRRKguys.com.br (2006-presente), plataforma eletrônica que aborda a reflexão da body art, a cultura da modificação corporal e da beleza masculina oriunda da prática de se alterar o corpo.
Através desse trabalho também criou um ambiente de constante diálogo e reflexão, aproximando pessoas de diferentes espaços geográficos para pensarem sobre os processos que rondam o corpo, reconhecendo nessa ação, uma política de resistência. Com isso, nos últimos anos tem colaborando com artigos para diversas revistas nacionais e internacionais, assim como programas televisivos, websites e trabalhos acadêmicos. Fundou e atua com a coordenação do GESMC – Grupo de Estudos Sobre Modificações Corporais (2014).

Desde 2010 vem realizando estudos e pesquisa no campo da dança. Realizou workshops com importantes artistas, tais quais: Ismael Ivo, Wellington Duarte, Claudia Müller, Cia. Borelli de Dança, Andreia Yonashiro, Robson Ferraz, Adriana Grechi, Marcelo Gabriel, Taoufiq Izzadiou, Henrique Amoedo e Clara Andermatt. Ainda, integrou o Programa de Dança Vocacional (2011) e passou na seleção para a 4º edição dos “Exercícios Compartilhados” (2013-14). Recentemente passou também por uma série de oficinas de Danceability com o Núcleo Dança Aberta, Marina Gubbay, Carla Vendramin e Mara Castro.

Participou em 2011-12 do curso de Experimentos em Performance (ECA-USP | IA-UNESP) e do Desvio Coletivo, com os Professores Doutores Marcos Bulhões (USP), Marcelo Denny (USP), Carminda André (UNESP) e José Ramirez (UNESP). 

Desde 2005 está trabalhando com a performance art, realizando ações em diversos festivais brasileiros, a exemplo o Festival de Apartamento (SP), Virada Cultural (SP), Hurt Fest (MG), Convergência (TO), entre outros. Em 2014 recebeu convite para participar do Encontro com a Diferença em Portugal. Além de seu trabalho solo, vem desenvolvendo trabalhos coletivos com a Plataforma Desvio e o 3º Cielo e parceria com artistas diversos.

Paralelamente vem se dedicando ao ativismo pelos direitos dos animais e militando em favor da população LGBTQ. Acredita no biohacktivismo e através disso tem explorado o campo da body art nas últimas décadas. O seu trabalho de performance tem investigado e questionado as identidades de gênero, sexualidade e inclusive os seus próprios limites psicofísicos.

No âmbito da pesquisa interessa-se pelos seguintes temas: corpo, arte, cultura, sexualidade e gênero.
 

Fonte: